Se o Mundo fosse Justo

Se o mundo fosse justo, crianças só seriam concebidas a partir de um grande amor, e nenhuma lágrima de amor cairia em vão. Se o mundo fosse justo todas as doenças emocionais seriam curadas com barras de chocolate e cócegas na barriga. Haveria sessões de riso coletivo organizadas por igrejas e prefeituras, e os times disputariam para saber qual torcida é mais feliz.

Se o mundo fosse justo, todas as melhores amigas morariam no mesmo andar, pra que pudessem correr para a casa da outra só de pijamas, a qualquer hora do dia. Se o mundo fosse justo, as melhores amigas se comunicariam por telepatia com mais freqüência, e as contas de telefone seriam menores. Se o mundo fosse justo, todas as pessoas teriam pelo menos um grande amigo para todas as horas.

Se o mundo fosse justo, teríamos um mega desconto sempre que aquela roupa caríssima nos caísse super bem. Desconto esse, proporcional à nossa satisfação. Se o mundo fosse justo aquela roupa que adoramos jamais ficaria velha. A moda não nos ridicularizaria, e a medida da beleza seria a cor da nossa aura. As meninas de aura rosa-bebê seriam paqueradas pelos rapazes de aura azul-índigo, e as mulheres de aura azul-piscina deixariam os homens de aura verde-esmeralda maluquinhos.

Se o mundo fosse justo, sexo e promiscuidade jamais ocorreriam juntos. Aliás, não existiria promiscuidade, nem preconceito, nem CPMF. Se o mundo fosse justo, não choveria nos fins de semana do litoral, mas choveria no sertão. Ninguém passaria fome, e Papai Noel existiria sim, principalmente para as crianças pobres. Toda criança teria seu próprio pai como exemplo de virtude, e todos os pais teriam seus filhos como bênçãos de Deus.

Se o mundo fosse justo, eu não estaria aqui, e você aí. Se o mundo fosse justo, tudo seria diferente.

2 comentários:

Nivix disse...

Que lindo! Amei! =D

Liciana disse...

Beethoven...
Tu és uma poetisa!
Adorei o post... lindo, lindo, lindo!
Bjo