O Corpo e a Mente - Parte 1

O tempo é mesmo algo muito doido. Aquilo que faz bem à mente pode causar efeitos no mínimo indesejáveis ao corpo. Se o tempo e o ócio andam juntos, e a genética não interfere, então isso se potencializa, e mente e corpo praticamente cortam relações entre si.
Por exemplo: Alguém consegue imaginar Dorival Caymmi com um corpinho sarado e um abdômen tanquinho? Aquelas lindas composições, fruto do puro ócio-criativo, seriam então fruto da pura maromba-criativa.

Só louco
Malhou como eu malhei
Só loooooouco


E como seria a crítica do público a poemas como "Eu cheguei lá"?
Não seria um poeta com preguiça de lembrar, seria um marombeiro com dificuldade de pensar.

Maria Amélia passei toda noite sonhando
Maria Amélia passei toda noite pensando
Lindas palavras que eu preparei pra lhe dizer
Mas me esqueci, mas me esqueci...

Eu cheguei lá
Mas me esqueci
Do que ia dizer, do que ia falar
Eu cheguei lá..

Mas a vida tem humor negro e eu, que detesto exercícios, me vi obrigada a procurar um meio de manter a forma (ou recuperá-la, ou conquistá-la, depende do ponto de vista). Tudo isso porque nem só de pão vive o homem, mas também de carnes e doces, e isso pesa (também na consciência). Tenho passado a maior parte do meu tempo tentando domesticar o meu cabelo e pensando nas questões existenciais da humanidade, logo, me submeter espontaneamente a sessões de tortura me parece ir contra a natureza humana. Mas não me sentir bem com uma bela roupa vai contra a natureza feminina, e isso é mais importante que qualquer frescura da natureza humana. Pensar nisso me incomoda, porque a mera menção de sair da cama para me auto-flagelar já me deixa de muito mal humor. Eu não nasci pra queimar calorias, não tenho traquejo pra puxar ferro.

E então começou meu calvário-aeróbico. Pra começar, eu precisei escolher entre natação ou musculação, e como toda mente treinada para o ócio, eu ponderei o que NÃO daria certo.
Pela lógica, ou eu faria musculação e ficaria constantemente de mal-humor, ou eu faria natação e teria meu cabelo transformado num monstro aquático alimentado por cloro de piscina. É claro que eu poderia escolher fazer nada, mas me ocorreu que meu cabelo já é uma fera (que vive constantemente dopada), e meu humor já não anda lá essas coisas. Ou seja, os contras eu já tenho de qualquer forma, então qualquer modalidade de exercício seria mais vantajoso que a inércia em que me encontrava. Eu odeio a lógica, principalmente porque ela é muito mais eficiente quando usada para o mal.

Reduzido meu espaço de amostragem, novamente utilizei a lógica para tomar a decisão: exercícios na água devem ser deliciosos, mas eu não sei nadar, nem boiar. Provavelmente a turma infantil não me aceitaria, ou pior, talvez as crianças me hostilizassem. Além disso, meu monstro capilar acordaria do seu coma induzido. Isso com certeza aniquilaria todos os resquícios de humor que me restassem.

Definitivamente natação não seria uma boa escolha. Então, por absoluta falta de opção, escolhi a musculação. Obviamente não comemorei.

E foi com muito pesar que abri mão dos meus maravilhosos momentos de... de... de nada pra fazer. :(

3 comentários:

Nivix disse...

Eu nem sei nadar e faço Hidroginástica! Rola uma touquinha, mas não molha o cabelo, é saudável e feliz!
Conselho: opte por piscinas aquecidas e cobertas ... ô belezura! :P

Adeline disse...

patricia, tu tá se perdendo na informática!
esse post ficou massa :)
também acho que se auto-flagelar vai contra a natureza humana! Mas, qdo chegar de viagem, lá vou eu pra malhação tb!

Nancy disse...

Eu, como vigoréxica e empolgada, discordo que malhar é se auto-flagelar. Ao contrário, desopila e ainda nos dá a opção de comer as sobremesas deliciosas do algomais todos os dias!
Mas concordo que puxar ferro é um saquinho... Há outras opções interessantes em uma academia: yoga, pilates, capoeira, balance, rpm (esses não exige coordenação motora) e várias modalidades de ginástica.

Ah, Paty... também há opções FORA da academia: correr, caminhar, pedalar. Inclusive com resultados mais imediatos.

Bom, mas disso tudo você já sabia, eu já falei, repeti, tripeti e tetrapei algumas vezes :PP